Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

01/12 – Dia Mundial da luta contra a AIDS

a

A vida é mais forte que a Aids.

O Aids (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é causada pelo vírus da imunodefiência humana (HIV), que geralmente é transmitido por meio de relação sexual sem uso de preservativo e pela troca de fluidos corporais. Desde a sua descoberta, em 1981, esta síndrome matou mais de 35 milhões de pessoas.

Estima-se que 54% das pessoas que vivem com o HIV não estejam cientes de sua condição.

Os principais sinais e sintomas, porém não exclusivos da doença são:
• Febre persistente;
• Tosse seca prolongada e garganta arranhada;
• Suores noturnos;
• Inchaço dos gânglios linfáticos por mais de 3 meses;
• Dor de cabeça e dificuldade de concentração;
• Dor nos músculos e nas articulações;
• Cansaço, fadiga e perda de energia;
• Rápida perda de peso;
• Candidíase oral ou genital que não cessa;
• Diarreia por mais de 1 mês, náusea e vômitos;
• Manchas avermelhadas, pequenas bolinhas vermelhas ou feridas na pele.

O diagnostico é realizado através de exames laboratorias.É importante mostrar ao mundo que uma pessoa com o vírus pode relacionar-se e trabalhar normalmente, além disso, propagar a informação de que, uma vez diagnoticado não é uma sentença de morte, pois é possível viver bem com a doença, visto que existe tratamento disponível.

O uso da camisinha em todo tipo de relação sexual é a melhor forma de se prevenir contra o HIV. Lutar contra ele é eliminar o preconceito, a discriminação e a violação dos direitos humanos.

Previna-se! Use sempre camisinha!