Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Dia Nacional de Conscientização e Divulgação da Fibrose Cística

a

 

Fibrose Cística é uma doença genética, crônica, que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo. Um gene defeituoso e a proteína sintetizada por ele fazem com que o corpo produza muco de 30 a 60 vezes mais espesso que o usual. O muco espesso leva ao acúmulo de bactéria e germes nas vias respiratórias, podendo causar inchaço, inflamações e infecções como pneumonia e bronquite.

Esse muco também pode bloquear o trato digestivo e o pâncreas, o que impede que enzimas digestivas cheguem ao intestino. O corpo precisa dessas enzimas para digerir e aproveitar os nutrientes dos alimentos, essencial para nossa saúde.

O tratamento do paciente com fibrose cística consiste em acompanhamento médico regular, suporte dietético, utilização de enzimas pancreáticas, suplementação vitamínica (vitaminas A, D, E, K) e fisioterapia respiratória. Porém, para que o tratamento seja eficaz, a Fibrose Cística precisa ser diagnosticada o mais rápido possível.

Os sintomas da fibrose cística e a gravidade destes são diferentes em cada pessoa. Sendo os sintomas mais comuns:

  • Suor de sabor muito salgado;
  • Tosse persistente, muitas vezes com catarro;
  • Infecções pulmonares frequentes, como pneumonia e bronquite;
  • Chiados no peito, ou falta de fôlego;
  • Baixo crescimento ou ganho de peso, apesar de bom apetite;
  • Fezes volumosas e gordurosas e prisão de ventre;
  • Surgimento de pólipos nasais.

 

O IMPORTANTE É FICAR ATENTO AOS SINAIS E SINTOMAS!