Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Dicas de como estimular o desenvolvimento da fala do seu bebê

a

É muito comum os pais ficarem ansiosos quando o bebê começa a emitir sons e começarem a se perguntar: “Quando meu bebê vai começar a falar?”. A fala é um fator dependente do amadurecimento cognitivo, mas também um ambiente propício pode ser um forte estimulador da fala.

Não há uma idade exata para começar a falar. Geralmente, a pronúncia das primeiras palavrinhas acontece por volta dos 12 meses de idade. O bebê quando chega a um ano de idade, ele pronuncia cerca de dez palavras, em média, e todas possuem um importante significado para ele, como mamãe, papai, bola, carrinho, boneca, etc. Porém, ele já possui capacidade de compreensão para mais de 50 palavras, aproximadamente.

Com dois aninhos, a criança já começa a formar frases pequenas, do tipo “qué papá” e “dá bola”. É nesse período da vida que ela dá um grande salto no desenvolvimento da linguagem, chegando a pronunciar cerca de 150 a 200 palavras, e já entendendo, em média, 600 palavras.

Veja algumas dicas que podem ajudar a estimular a fala de seu bebê.

  1. Sempre fale a pronuncia correta das palavras: O bebê, desde os primeiros meses de vida imita o que vê, como sorrisos, piscadas de olhos, movimentos da boca, etc. Isso acontece também com os sons!
  2. Fale de forma natural: Não há necessidade de falar como criança. O bebê precisa ser inserido em conversas, de forma natural. Então, nada de ficar infantilizando a voz, como falar tudo no diminutivo ou com tom mais fino, ok?
  3. Olhe para o bebê para que ele possa ver a sua boca: O contato visual é de extrema importância, ele estimula a afetividade e serve de incentivo para que o bebê se espelhe em você e na maneira como fala. Ao ver o movimento da boca, o bebê consegue entender melhor como o som é emitido, e consequentemente, imitar melhor.
  4. Cuidado com a euforia: Muita euforia, por conta da ansiedade dos pais, pode atrapalhar o desenvolvimento da criança e até assustá-la. Procure deixar seu bebê o mais confortável possível. Também, evite gritar ou chamar a família toda, ao menor sinal de balbucio.
  5. Se seu bebê tiver um irmão mais velho, peça ajuda a ele: O bebê consegue diferenciar um adulto de uma criança, e pode aprender mais rápido com ela. Já se for o primeiro filho, vale procurar o contato com outras crianças.
  6. Não deixe a criança acomodada: Mimar demais a criança pode prejudicar o seu desenvolvimento. Se ele tiver tudo o quer na hora que quer, sem necessidade de chorar, apontar, ou balbuciar, qual a necessidade que ele sentirá em começar a estimular e melhorar a comunicação, hein?
  7. Brinque muito!: Brincar também é ensinar! Ao brincar com a criança, os pais, além de se divertirem, começam a conhecer melhor o próprio filho, entendendo melhor os seus comportamentos. É importante destacar que ambientes estressantes e cheios de tensões são prejudiciais ao desenvolvimento do bebê, dificultando, consequentemente, a fala.
  8. Desligue rádio, televisão, computador: Muitas pessoas falando pode atrapalhar o entendimento e a concentração do bebê. Por outro lado, esses meios podem ser o principal elemento de estímulo. Mas, vale lembrar que estes não são meios naturais de desenvolvimento da fala e linguagem.
  9. Aproveite as situações de rotina: Contar histórias, cantar músicas, dizer o que você está fazendo com ele na hora do banho, das refeições, das brincadeiras, ou em outros momentos do dia, pode até dar a impressão de que seu filho não está entendendo nada, mas não se engane! O cérebro do seu bebê já está memorizando palavras. Então, quanto mais a criança for exposta à linguagem, melhor será para o seu desenvolvimento.

Dica de Ouro: Para falar, é importante que o bebê esteja exposto à fala. Por isso, o melhor incentivo é sempre conversar com a criança. E, lembre-se, você é o modelo que seu filho irá reproduzir!

Fontes:
Revista Crescer
Minha Vida

Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.