Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Dicas para espantar as cólicas menstruais

a

As cólicas menstruais incomodam mais de 50% das mulheres. Entre os 12 e 30 anos a cólica é um problema comum. A cólica aparece em decorrência das contrações que o útero faz para expelir o sangue, por isso, quanto mais intenso é o fluxo, mais fortes são as cólicas.

Confira dicas para resolver esse problema que causa tantos problemas:

– Analgésicos e anti-inflamatórios: muitas vezes, usar medicamentos pode ser a melhor e mais eficiente opção, mas o médico deve ser consultado.

– Anticoncepcionais: os benefícios da pílula contra o fluxo intenso são comprovados, e como o medicamento reduz o fluxo, atua também contra as cólicas.

– Massagens: técnicas que usam calor são muito eficientes contra as dores e o inchaço comuns desse período; melhoram a circulação e relaxam a musculatura. Algumas delas são as massagens ayurvédica, tuiná, shiatsu e a reflexologia.

– Terapias alternativas: a acupuntura pode ser usada para prevenir e tratar as dores e a TPM.

– Exercícios físicos: a endorfina que circula no sangue durante o treino provoca sensação de prazer e ajuda a esquecer o desconforto.

– Bolsa de água quente: o calor relaxa os músculos e alivia as dores.

– Peixe: uma dieta rica em peixe ajuda no controle dos espasmos.

– Chá: Chás quentes de camomila, menta, e outros sabores, ajudam a aliviar a dor.

– Fibras: o estrógeno causa o espessamento do útero, provocando contrações musculares que geram cólicas. Esse hormônio é controlado com a ingestão de fibras: frutas, cerais integrais e verduras.

– Cortar gorduras: os níveis de estrógeno se eleva com o consumo de frituras e outros alimentos gordurosos, o que causa cólicas.

– Abacaxi: rica em bromelina, melhora a digestão e age como anti-inflamatório.

– Cálcio: vegetais verde escuros, leite e derivados atuam diminuindo contrações musculares pois, são ricos em cálcio. O cálcio também atua nos sintomas da TPM. Alimentos como banana e aveia devem sempre estar presentes na dieta.

Fonte: Minha Vida