Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Hipercolesterolemia familiar

a

Os altos níveis de colesterol nem sempre são derivados apenas do estilo de vida, podem ser consequência de uma doença ainda pouco conhecida, a hipercolesterolemia familiar (HF).

A hipercolesterolemia familiar é o colesterol alto devido a causas genéticas. Apesar de pouco conhecida, é doença genética que mais afeta pessoas no mundo, acometendo 1 em cada 200 pessoas, em média, de acordo com Marcelo Bertolami, cardiologista e diretor científico do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo.

É uma doença que não tem cura e o paciente precisará usar medicamentos continuamente, pois a mudança dos hábitos alimentares e do estilo de vida, como parar de fumar e de beber em excesso e praticar exercícios não são suficientes para baixar os níveis de colesterol.

A doença é silenciosa, nem sempre apresenta sintomas. O colesterol alto está associado ao infarto e à hipertensão que é um dos fatores de risco para um AVC.

Por isso, prevenir é fundamental. Fazer consultas e exames de rotina e contar ao médico o histórico familiar é importante para um diagnóstico precoce e tratamento adequado, evitando complicações.

 

Fontes: Drauzio Varella

Drauzio Varella 2