Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Os prejuízos de dormir pouco

a

Especialistas afirmam que devemos dormir, em média, de 6 a 8 horas por noite. Mas, e quando isso não acontece? Quais são as consequências?  Veja alguns efeitos.

Diminui a capacidade de o corpo queimar calorias

Segundo uma pesquisa apresentada no encontro anual da Sociedade para Estudo de Comportamento Digestivo, na Suíça, a restrição do sono provoca o consumo de mais calorias, além de diminuir a capacidade de o corpo queimá-las. Isto acontece porque dormir pouco aumenta os níveis de grelina, o “hormônio da fome”, o qual induz a vontade de comer. O hábito de dormir pouco também provoca um cansaço maior, reduzindo práticas de atividades físicas e aumentando o tempo de sedentarismo.

Eleva o risco de câncer de mama agressivo

Uma pesquisa publicada em agosto de 2012, no periódico Breast Cancer Research and Treatment, sugeriu que dormir menos do que seis horas por dia aumenta o risco de mulheres na pós-menopausa em desenvolverem um tipo agressivo de câncer de mama e maiores chances de recorrência da doença.

Aumenta as chances de um derrame cerebral

Dormir menos do que seis horas por dia também aumenta o risco de acidente vascular cerebral (AVC), incluindo pessoas com peso normal e sem históricos de AVC na família.

Aumenta o apetite por comidas gordurosas

Dormir pouco ativa de forma diferenciada os centros de recompensa do cérebro com a exposição a alimentos gordurosos em comparação com dormir adequadamente. Com isso, pessoas sentirão mais recompensadas ao comerem alimentos gordurosos em relação aos demais.

Pode desencadear sintomas do TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade)

Problemas com hiperatividade e desatenção podem ser desencadeados no início da infância, caso ocorra menos horas de sono que o recomendado.

Eleva o risco de impotência sexual

Segundo uma pesquisa realizada na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), além do maior risco de impotência, homens que dormem pouco têm maiores chances de desenvolver problemas cardiovasculares e de engordar.

Pode levar à obesidade

Jovens que dormem menos que sete horas diárias são mais propensos a ter índice de massa corporal (IMC) maior, podendo este fator estar relacionado diretamente com os hormônios grelina e leptina, os quais regulam sensações de fome e saciedade.

Fonte: Veja.com