Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Síndrome do Pânico

a

A síndrome ou transtorno do pânico é uma doença que acontece repentinamente, de forma inesperada e inexplicável. São crises de ansiedade aguda, em que a pessoa sente muito medo e desespero e também sintomas físicos e emocionais aterrorizantes. Os sintomas atingem sua a máxima intensidade em dez minutos.

Durante o ataque de pânico, a pessoa tem uma forte sensação de que vai morrer ou de que vai enlouquecer.

Não há idade para o início das crises, geralmente ocorre na adolescência ou início da vida adulta, sem um motivo aparente. A crise pode acontecer também durante o sono.

A frequência das crises é aleatória, pode repetir-se no mesmo dia ou demorar semanas, meses e anos para ocorrer novamente, o que pode causar mais ansiedade ainda e desencadear outras fobias.

 

Risco

O transtorno afeta mais as mulheres que os homens, devido às flutuações hormonais que deixam as estruturas cerebrais mais sensíveis.

 

Sintomas

A pessoa pode sentir:

  • Medo de morrer;
  • Medo de perder o controle de si e enlouquecer;
  • Impressão de desligamento do mundo exterior, como fosse um sonho. E falta de capacidade de diferenciar a realidade da fantasia.
  • Dor e/ou desconforto no peito, podendo ser confundidos com infarto;
  • Palpitações e taquicardia;
  • Falta de ar e de sufocamento;
  • Asfixia;
  • Sudorese;
  • Náusea ou desconforto abdominal;
  • Tontura ou vertigem;
  • Ondas de calor e calafrios;
  • Adormecimento e formigamentos;
  • Tremores, abalos e estremecimentos.

 

Pessoas que tem síndrome do pânico frequentemente também apresentam depressão.

 

Causas

Não há uma causa definida, mas acredita-se que fatores genéticos e ambientais, estresse, uso acentuado de alguns medicamentos (as anfetaminas, por exemplo), drogas e álcool, podem ter relação com a síndrome do pânico.

 

Diagnóstico

Para se ter o diagnóstico de síndrome do pânico, as crises precisam ser recorrentes e provocando mudanças de comportamento que afetem o estilo de vida da pessoa de forma negativa.

É muito importante investigar outras doenças com sintomas semelhantes, como ataques cardíacos, hipertireoidismo, hipoglicemia e a epilepsia, por exemplo.

 

Tratamento

O tratamento é feito com medicamentos antidepressivos (tricíclicos ou de nova geração), e psicoterapia, especialmente a psicoterapia cognitivo-comportamental.

 

Recomendações

É importante diferenciar a ansiedade normal do transtorno de ansiedade.
A ansiedade patológica, é uma reação desproporcional ao estímulo que a desencadeia, causa sofrimento, muda o comportamento e prejudica as atividades do dia-a-dia da pessoa;

Praticar exercícios físicos ajudam.

Não se automedicar, nem consumir álcool ou outras drogas para aliviar o pânico.

Procurar assistência médica. O psiquiatra pode ajudar. A síndrome do pânico é uma doença como as outras e para que o tratamento seja bem-sucedido é importante um diagnóstico precoce.

 

Fonte: Drauzio Varella

Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.