Capitais e Regiões Metropolitanas - 4007-1035

Demais localidades - 0800 603.7100

Tratamentos para Psoríase

a

A psoríase é uma doença crônica inflamatória da pele e se manifesta com lesões rosadas/avermelhadas cobertas por escamas esbranquiçadas. A psoríase acomete homens e mulheres, aproximadamente 4% da população.

As áreas mais atingidas pela doença são: cotovelos, joelhos e couro cabeludo. No entanto, a doença pode se espalhar por todo o corpo. As unhas e articulações também podem ser afetadas. No caso de as articulações serem acometidas, ocorre a artrite psoriática.

Causas

Pesquisas científicas sobre a psoríase mostram que a doença pode ser hereditária ou provocada por estresse emocional, irritações na pele, infecções na garganta e alguns medicamentos, no entanto, as causas ainda não estão comprovadas.

Evolução da doença

A psoríase pode começar grave ou permanecer leve, apenas afetando pequenas áreas da pele.

O ambiente influencia o aparecimento ou desenvolvimento da doença. A doença piora no inverno. O paciente deve se alimentar de maneira saudável e evitar o álcool, um dos fatores que piora a doença. O sol, sem exagero, pode ajudar no tratamento, melhorando as lesões.

Tratamento da psoríase

A escolha do tratamento pelo médico leva em conta os sintomas, a gravidade e o quanto a doença afetou a autoestima do paciente. O tratamento pode ser feito com:

pomadas de corticoides, vitamina D, medicamentos biológicos ou tratamento com ultravioleta.

Pomadas

As pomadas de corticoide têm a formulação de um anti-inflamatório, como cortisona. O médico indica a pomada de cortisona (corticoide), determinando a frequência do uso, que pode ser de três a quatro vezes por semana no local da placa de psoríase e não deve ser usado em crianças e também evitado em áreas genitais. O corticoide mesmo tópico, pode causar atrofia, estrias, aumento de pelo, avermelhamento local.

Vitaminas

Vitamina A (não de forma tópica), desde que receitada pelo médico, pode ser usada para a tratar a doença, e não deve ser usada por grávidas e pessoas com doenças de fígado ou colesterol muito alto. A Vitamina D é usada de forma tópica, 2 a 3 vezes por semana.

Ultravioleta

O tratamento com ultravioleta é feito com sessões semanais em cabines de luz ultravioleta B de comprimento de onda estreito (311 nm). Esse tratamento não é indicado para pessoas com intolerância à luz e doenças de fotossensibilidade como lúpus eritematoso, urticária solar etc.

Fotodinâmica

Há ainda a terapia fotodinâmica, nova técnica que consiste em aplicar creme (ácido aminolevulínico) nas lesões e, após 2 horas, é aplicada uma luz de comprimento de onda vermelha. O creme reage quimicamente com a luz destruindo as células da área inflamada. Após o tratamento a pele fica avermelhada. O procedimento não é indicado para quem tem doenças sensíveis a luz ou quem é sensível a dor.

 

 

O dermatologista deve avaliar o quadro e levar em conta diversas variáveis como idade do paciente, doenças, fragilidades e disponibilidade para o tratamento e o tipo de psoríase. A melhora do paciente geralmente demora 3 meses e após esse período o tratamento pode ser alterado conforme a situação do paciente.

A automedicação não é indicada, pois pode piorar a situação. O uso de corticoides sem prescrição pode causar vício da pele que pode deixar de responder ao tratamento, além de afinamento da pele, estrias, inchaço, descontrole da pressão e diabetes.

A psoríase não causa dor, mas deixa a pele com aparência desagradável, o que pode causar desconforto social, gerado muitas vezes pelo preconceito. O tratamento tem muito mais sucesso se o lado emocional do paciente também for trabalhado.

Fonte: Minha Vida

Atenção: A informação existente neste material do Grupo Elo pretende apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação pessoal com um médico da sua confiança.

Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.


Comunicado Importante


O Grupo Elo Saúde bloqueou temporariamente as adesões pela operadora AMI para todas as entidades devido ao período de renovação do contrato. Durante este intervalo, as inclusões estarão suspensas.